Sérgio Augusto, Advogado

Sérgio Augusto

Manaus (AM)
6seguidores77seguindo
Entrar em contato

Principais áreas de atuação

Direito Penal, 10%
Direito Tributário, 10%
Direitos Humanos, 10%
Direito Processual Penal, 10%
Outras, 60%

Recomendações

(13)
Luiz Agnaldo Bernardi, Administrador
Luiz Agnaldo Bernardi
Comentário · há 5 meses
Certa vez li a estória de um homem honesto, cidadão de conduta ilibada, pai de família, respeitador, empresário bem estabelecido. Enfim, um homem à prova de corrupção.

Um belo dia esse homem recebeu a visita de outro cidadão, não tão bem conceituado mas com poderes um pouco superiores a esse no mundo dos negócios públicos. O motivo da visita, uma proposta. Um conluio entre duas ou três empresas para fraudar um processo público e auferir um dinheiro extra, muito dinheiro extra, diga-se de passagem.

- Não! Eu sou um cidadão honesto! Eu não me corrompo! Minha dignidade e honra não estão à venda!

- Veja bem, doutor, são vinte milhões para cada um. Eu, de minha parte não quero nada, é só para melhorar o desempenho de suas empresas e ajudar o meu estado a resolver esse problema...

- De jeito nenhum! Não me envolvo nessas ... falcatruas!

- Trinta milhões, então?

- Não! Pode parar por aí! Não vou aceitar nenhuma oferta para me corromper!

- Quarenta talvez?

- Não e por favor não insista!

- Cinquenta?

Nesse momento o homem se levanta de sua mesa, pega o visitante pelo colarinho e o põe para fora do escritório, aos berros, exigindo que não mais voltasse.

- Eu não sou corrupto, nem corruptível!!!

Ato contínuo sua secretária entra no escritório e lhe oferece um copo de água com açúcar "para acalmar os nervos" e lhe pergunta o que aconteceu, por quê ele, um homem tão calmo, perdeu a paciência e agrediu dessa forma ao visitante?

- Porque ele estava chegando muito perto do meu preço!!!

Pois é! Eu também não me sinto corrupto nem corruptível. Sou honesto, fiel, tenho fé e esperança. Não burlo o imposto de renda, não aceito troco errado, não aceito nem desconto maior do que os outros recebem!

Mas, e se alguém fizesse uma oferta? Cinquenta milhões eu certamente abriria mão, mas e se fosse um bilhão?

E você, que também é um cidadão honesto, incorruptível, já pensou nisso?

Perfis que segue

(77)
Carregando

Seguidores

(6)
Carregando

Tópicos de interesse

(47)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Manaus (AM)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Sérgio Augusto

Entrar em contato